Buscar
  • lucas03975

Perfil do Investidor: Henrique Bredda



Engenheiro naval formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, Henrique Bredda ingressou no mercado financeiro ainda na faculdade.


Bredda é o que se pode chamar de self made man. Sem herança da família, começou investindo dinheiro dos outros. Primeiro de três filhos de um casal de agricultores de Sumaré, no interior de São Paulo, ele viveu até oito anos em um sítio onde o pai plantava tomate e batata.

A entrada no sonhado mercado financeiro aconteceu no início do terceiro ano da faculdade, em uma consultoria pequena, onde seu trabalho era "planilhar" o balanço de empresas. Em menos de um ano, tornou-se estagiário no Unibanco, na área de crédito corporativo.


Passou seis meses em Londres, estudando e trabalhando como garçom. Na volta, conseguiu emprego como analista de ações na Spinnaker, gestora inglesa especializada em mercados emergentes. Bredda ainda passou pela gestora britânica Ashmore antes de arriscar abrir o próprio negócio.


Em 2010, Bredda abriu a Skipper com outros sócios.


Alguns anos depois, em 2015, após uma conversa com Luiz Alves Paes de Barros nasceu a gestora Alaska, acrônimo com as iniciais dos principais sócios: A (Angela), L (Luiz Alves), SK (Skipper) e A (Asset).

Bredda se tornou um dos principais gestores de fundos do país, quando o assunto é investimento em ações. Sob responsabilidade da Alaska Asset estão cerca R$ 17 bilhões de reais.


Algumas curiosidades:


- Na infância morava numa casa de quatro cômodos (contando sala, cozinha e banheiro), a família toda dormia no mesmo quarto;


- Foi aprovado no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e na USP. Detalhe: sem frequentar cursinho e tendo estudado boa parte do ensino básico em escolas municipais e estaduais.




4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo